Sobre o Testemunhar

Da autoria de Rajnath

 

Testemunhar é observar a si mesmo sem julgar ou interferir nas ações do seu próprio corpo-mente. A entidade corpo-mente possui mecanismos que conseguem regular a si mesmos, cuidar de si mesmos e sempre foi assim e será. Nossa real identidade não é a entidade corpo-mente. O que nós realmente somos é uma essência perfeita de pura Luz imersa em uma profunda paz sem nenhum sofrimento e toda angústia existencial humana é para saber disto e encontrar o caminho de volta para esse Reino que existe dentro de nós. Pois lá no fundo todos nós sabemos disto.

 

Diferente de algumas filosofias indianas não é sinal de inteligência negarmos coisas extremamente óbvias como a presença da individualidade no ser huamano e a existência do livre-arbítrio. Negar realidades óbvias nunca é um bom caminho para o Completo Despertar da Consciência.

 

Por mais que a essência de alguém queira alcançar a felicidade e ir pelo caminho da Luz, que é o da moralidade e da retidão, o ser humano é incapaz disto mesmo tentando a repressão dos instintos pois lhe falta SABEDORIA que vem através do Testemunhar e lhe sobra AMOR PELAS TREVAS.

 

Porém, inicialmente, para desenvolver a força de vontade necessária para permanecer na Luz a pessoa necessita ser uma Testemunha passiva, para RELAXAR E OBSERVAR e assim adquirir sabedoria e entender os frutos de suas ESCOLHAS. Ao observar para onde o arqueiro (praticante) aponta a flecha (sua atenção) poderemos perceber o alvo (luz ou trevas) e, daí, concluir o que o indivíduo está construindo dentro de si mesmo (com quais forças ele está se conectando).

 

Quando eu, Rajnath, vejo um prato de fezes não surge em mim a vontade de comê-las, pois a mesma é identificada como não-saborosa mesmo que eu nunca tenha provado fezes. Não é necessário. O testemunhar sem interferir nem tentar mudar, mostrará a si mesmo o seu real nível e o quanto você realmente tem de Trevas. E no início é mais importante reconhecer as Trevas em si mesmo do que a Luz.

 

No mais profundo de todos os humanos existe a sabedoria perfeita do que é Luz ou Trevas. Até o dia que através do Testemunhar você enxergar isto por si mesmo, não acredite em nenhum livro ou religião, pois simplesmente não adiantará e isto apenas cria atritos e divisões na humanidade. Mas quando você Testemunha a si mesmo você entende tudo por si mesmo, através experiência própria, inclusive os efeitos de suas escolhas e os resultados dos caminhos que você está trilhando. Prevê as consequências pois se torna sábio e se livra do sofrimento.

 

Quando você reprime algo antes de compreender profundamente aquilo, você impede de que este algo que está oculto saia à luz do sol e seja compreendido com sabedoria. Assim isto continuará oculto dentro de você e por mais que você não queira admitir, isto continuará interferindo em sua mente sem você perceber. Você repetirá o padrão e continuará com as mesmas escolhas, portanto com os mesmos resultados e no mesmo estado.

 

Todos buscam felicidade, mesmos aqueles que sofrem em presídios porque não tiveram sabedoria de realizar as boas escolhas, optando pelo Caminho Verdadeiro. O Testemunhar (sem julgar nem tentar mudar seus próprios pensamentos, palavras e atos) faz com que o indivíduo receba sabedoria. Com o tempo e de forma natural (sem esforço) a sabedoria faz você enxergar o errado como algo tão repugnante como uma bicheira cheia de vermes e surge o real desejo de remover isto de você e andar no Caminho Verdadeiro. Isto acontece porque através do Testemunhar o praticante recebeu sabedoria e compreendeu que a paz que vem da Luz é muito maior que o prazer que vem das Trevas, que sempre termina em angústia e agonia interior.

 

Desta forma o Testemunhar não é uma auto-observação para tentar mudar a si mesmo. O Testemunhar é um observar-se para entender quem você realmente é, e assumir-se. Esta é a única forma de compreender profundamente Luz como Luz e Trevas como Trevas. Todos devem ser deixados livres para entender o que é certo ou errado a partir do nível de evolução de cada um naquela fase da vida. No fundo no fundo só há um certo e um errado e cada um deverá perceber isso por si mesmo conforme avança sua própria evolução.

 

Todo ser humano gostaria de possuir força de vontade para cultivar bons pensamentos, boas palavras e boas ações mas não consegue entender o errado como algo repugnante. Está perdido. E mesmo quando entende isso ele fracassa pois não vigia a si mesmo e só percebe depois que já errou.

 

Portanto o primeiro passo é adquirir sabedoria através do Testemunhar, algo disponível e gratuito para todo ser humano deste planeta. Mas o ser humano não aprendeu a desenvolver esta habilidade e ensinar isto é a principal missão do Rajnath, paralelo com a caridade.

 

Vamos nos aprofundar na importância de desenvolver a habilidade de Testemunhar, que é uma auto-observação sem tentar mudar nem interferir. Como desenvolver isto e iniciar no Caminho da Verdade?

 

Primeiro temos que entender que o Testemunhar é oposto ao autocontrole e ao reprimir-se, pois o Caminho Verdadeiro é o da compreensão da sabedoria, uma autosinceridade completa vendo aquilo que é como é sem mentir pra si mesmo e sem racionalizações sonsas. Se você crê que precisa ter autocontrole para não comer lixo ou reprimir-se para não fazer uma coisa ruim então tem algo de muito errado com você ter este tipo de vontade e eu recomendo um tratamento psiquiátrico. Pois isto foge do meu alcance.

 

Portanto basta compreender profundamente e obter a qualidade de investigar o que é verdadeiro ou falso, o que é luz ou trevas, quem você é e quem você não é. Seu Verdadeiro Eu é pura paz, compaixão e luz e as Trevas só podem atingir a entidade corpo-mente. Você não é seu corpo e não é sua mente. Não escute minhas palavras e acredite cegamente porque eu quero que você veja isto por si mesmo. Não vai te ajudar muito tomar minha sabedoria emprestada, minha intenção é te ajudar a desenvolver a própria.

 

Em segundo lugar temos que entender que esta habilidade precisa ser desenvolvida passo a passo e isto não acontece do dia pra noite mas eu te convido a iniciar hoje. Se o seu coração estiver aberto o suficiente no momento em que você deixa estas palavras entrarem na sua mente você inicia uma nova fase em sua vida, como se fosse uma iniciação no Caminho da Verdade. Para facilitar vamos dividir este treinamento sobre si mesmo em 4 etapas para que seu aprendizado seja, não apenas fácil e rápido, mas totalmente eficiente.

 

Aqui estão as quatro fases do Testemunhar:

 

1ª CORPO. Inicie observando o corpo e seus 4 movimentos ao mesmo tempo: membros, olhos, respiração e fala. É tão fácil e simples quanto parece, apenas prestar atenção na forma como você move seu corpo, olhos, buscar ter uma respiração profunda e observar o seu tom de voz. Fique nisto pois ao começar ninguém consegue prevê o quantas mudanças esta simples prática pode ocasionar.

 

Após um tempo de prática (meses ou anos), apenas quando você conseguir manter uma continuidade sem quebrar a atenção (passar mais horas do dia em auto-observação do que distraído) passe para a segunda fase, e assim por diante. Nesta fase diminuir a velocidade dos movimentos, movendo-se em câmera lenta sempre que puder da forma mais lenta que você suportar, é uma poderosa ferramenta para auxiliar os iniciantes. Isto é difícil até para os sábios.

 

2ª MENTE. Observar os pensamentos. Constate os pensamentos como se eles não fossem seus. Como se fossem imagens de um filme projetados numa tela fora do seu corpo. Fique nisso durante seu dia. Somente após muita prática (meses ou anos), quando você conseguir passar mais horas do seu dia em auto-observação nesta fase do que distraído, passe para a próxima fase.

 

3ª EMOCIONAL. Observar o próprio estado emocional. Somente após muita prática (meses ou anos), quando você conseguir passar mais horas do seu dia em auto-observação nesta fase do que distraído, passe para a próxima fase.

 

4ª TESTEMUNHAR O TODO. Apenas nesta fase você terá a habilidade de praticar aquilo que eu chamo de Testemunhar. Que é observar as 3 últimas fases ao mesmo tempo. Através do desenvolvimento da habilidade de concentração adquirida em todo esse tempo e esforço que levou para chegar até aqui, você poderá observar os 4 movimentos do corpo (membros, olhos, respiração e fala), os pensamentos e as emoções ao mesmo tempo tornando-se completamente consciente de si mesmo e caminha consciente das 3 Lacunas.

 

Nesta quarta fase você perceberá as Lacunas. As Lacunas são momentos de total quietude que acontecem nos intervalos de todos os movimentos existenciais de cada uma das 3 primeiras fases:

 

- Lacuna da Respiração: entre os movimentos de inspirar e expirar existem pausas onde você não inspira nem expira. Inicialmente elas são tão rápidas que sequer notamos, porém num estado de relaxamento após a prática você direciona sua atenção para esta lacuna e ela parece se tornar maior e dar uma grande sensação de relaxamento e paz.

 

- Lacuna do Pensamento: inicialmente o praticante apenas acompanha os pensamentos conforme eles surgem, sem julgá-los como bons ou ruins. Com o tempo e o desenvolvimento da habilidade de concentração você estará completamente consciente no momento em que um pensamento muda para outro e verá que ali existe um espaço sem pensamentos. Nas pessoas comuns isto ocorre tão rápido que ninguém percebe isto mas quando você foca sua atenção nesse intervalo ele parecerá crescer e dali surgirá um silêncio muito grande na mente. Você conhecerá um ponto de pura quietude.

 

- Lacuna das Emoções: o mesmo ocorre com as emoções, um ponto de profunda paz interior entre cada emoção. Porque a paz não é uma emoção e sim a ausência de todas as emoções desde que a mente não tenha qualquer agitação. Mesmo sem sentir nenhuma emoção o ser humano não sentirá a paz pois a mente ainda está com agitação nas próprias ondas mentais. A paz é um fruto do aquietamento das ondas mentais. E é por isto que ao lado do processo de Testemunhar a meditação é uma prática essencial.

Da autoria de Rajnath